autoridades prenderam estudantes em manifestações pacíficas. alta comissária quer compromisso com liberdade de expressão
autoridades prenderam estudantes em manifestações pacíficas. alta comissária quer compromisso com liberdade de expressão a alta comissária para os Direitos Humanos apelou à imediata libertação dos líderes estudantis e de outros manifestantes detidos pelas autoridades da Birmânia (Myanmar), na sequência de manifestações pacíficas contra os anunciados aumentos dos preços de combustível.
No seu apelo, Louise arbour incitou também as autoridades de Rangun a comprometerem-se na consulta e no diálogo com os manifestantes sobre as suas reivindicações.
afirmando que a liberdade de expressão e de associação são pedras de toque dos direitos humanos, arbour insistiu que só isto permite o espaço necessário para que os cidadãos possam expressar os seus pontos de vista e que o descontentamente é essencial para promover uma transição democrática e a reconciliação na nação do sudeste asiático, onde uma ditadura militar mantém um apertado controlo sobre actividades da oposição.
O apelo da alta comissária surge dias depois do secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, ter pedido um diálogo construtivo para a reconciliação nacional neste momento importante na história de Myanmar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *