Falando aos fiéis reunidos em Castel Gandolfo, casa de férias do Papa nas imediações de Roma, Bento XVI convidou a seguir o caminho da compreensão recíproca
Falando aos fiéis reunidos em Castel Gandolfo, casa de férias do Papa nas imediações de Roma, Bento XVI convidou a seguir o caminho da compreensão recíprocaO Papa saudou alguns líderes religiosos muçulmanos, ortodoxos, luteranos e católicos do Kazakistão presentes à oração do angelus, em Castel Gandolfo. a compreensão recíproca e o respeito entre as comunidades religiosas pode ajudar a superar a desconfiança e promover o caminho da paz que nasce da verdade, afirmou Bento XVI.
O Papa convidou os presentes a seguirem o caminho do respeito e da reciprocidade. Os vossos encontros em assis e Pádua, assim como o do Vaticano, são um sinal claro da esperança que a compreensão recíproca e o respeito entre as comunidades religiosas podem superar a desconfiança e promover a paz, disse o papa em inglês ao saudar os líderes religiosos presentes.
Devemos empenhar-nos em sermos pequenos, isto é, humildes de coração como Jesus, afirmou o Papa referindo-se à porta estreita do Evangelho da liturgia dominical. No cristianismo, esclareceu o Papa, não existem passagens privilegiadas. E continuou: a passagem para a vida eterna está aberta a todos, mas é estreita, porque exigente, requer empenho e abnegação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *