Campanha conduzida no país susteve número de mortes e casos de doenças, como diarreias agudas
Campanha conduzida no país susteve número de mortes e casos de doenças, como diarreias agudasUma campanha conduzida pela Unicef no Sudão para impedir a irrupção de doenças, como diarreias agudas, na estação das chuvas, está a colher dividendos, com o número de mortes quase 90 por cento mais baixo em relação ao ano passado.
Menos de 800 casos de diarreia aguda foram relatados nos dois estados do Norte do país, desde abril, apesar das inundações registadas nestas regiões em semanas recentes, segundo divulgou a Unicef.comparados com os seis mil casos reportados em nove estados sudaneses em período idêntico do ano passado, que provocaram pelo menos 900 mortos, estes números são animadores.
Responsáveis da Unicef no Sudão disseram que a prevenção das doenças e a colocação prévia de material médico de primeira necessidade fizeram a diferença este ano, quando as inundações ao longo do país afectaram umas 365 mil pessoas, com todos os perigos de epidemias esperados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *