Os refugiados da tribo hmong, de Laos, Indonésia entraram em greve de fome para protestar contra as condições em que vivem há nove meses
Os refugiados da tribo hmong, de Laos, Indonésia entraram em greve de fome para protestar contra as condições em que vivem há nove mesesO alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados denunciou as condições deploráveis em que se encontram os 149 refugiados presos num centro de detenção na Tailândia. Condições estas que já haviam sido denunciadas pela aministia Internacional.
De acordo com o Bangkok Post, a detenção dos refugiados foi uma forma de retaliação da Tailândia à pressão internacional. apesar de países como a austrália, o Canadá, Estados Unidos e Holanda pretenderem acolher os refugiados, a sua extradição foi proibida.
Só os Estados Unidos, aliados da tribo desde 1975, já acolheram mais de 300 mil hmongs que fugiram para a Tailândia, desde o final da guerra civil, para fugir ao Governo comunista no poder, desde o final da guerra, há três décadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *