O deputado do Partido Socialista, Vera Jardim espera que a Concordata seja aplicada na prática. assinada em 2004, entre o estado português e a Santa Sé, não está a ser cumprida
O deputado do Partido Socialista, Vera Jardim espera que a Concordata seja aplicada na prática. assinada em 2004, entre o estado português e a Santa Sé, não está a ser cumpridaO caso do casamento civil das comunidades religiosas radicadas em Portugal é uma promessa ainda não realizada, salientou durante os trabalhos do colóquio a religião fora dos templos, uma iniciativa da Comissão da liberdade religiosa que decorre no Centro Ismaili, em Lisboa.
O deputado adiantou que as regras que regularão estes actos civis não deverão ser iguais às que estão em vigor para casamentos civis da Igreja católica mas, o importante é o que está na lei necessita de alguma regulamentação.
a falta de legislação sobre a assistência religiosa nos hospitais mereceu reparos de um participante que entende que estamos a ser discriminados, já que lhe são colocados entraves à entrada.
até 17 de Março, vai estar em debate a religião foram dos templos, olhares sobre a jurisprudência do Supremo Tribunal de Israel, dos tribunais islâmicos, nos tribunais portugueses no Supremo tribunal dos Estados Unidos, bem como o tratamento do fenómeno religioso nos media.