O secretário de estado do Vaticano considera que a ordenação de um bispo chinês sem a autorização da Santa Sé se trata de um “acidente de percurso” que não favorece as relações com a China.
O secretário de estado do Vaticano considera que a ordenação de um bispo chinês sem a autorização da Santa Sé se trata de um “acidente de percurso” que não favorece as relações com a China. as conversações informais prosseguem, mas o caminho para chegar às relações diplomáticas não está tão próximo revela ainda o cardeal Tarcisio Bertone.
Wang Renlei, sacerdote de 36 anos foi consagrado bispo da diocese do Xuzhou, a 30 de Novembro.
O Santo padre soube da notícia com profunda dor, dado que a referida ordenação episcopal foi conferida sem o mandato pontifício, quer dizer, sem respeitar a disciplina da Igreja Católica sobre o nomeação de bispos .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *