amanhã, 28 de Novembro, à chegada ao aeroporto de ankara, Bento XVI encontrará o primeiro-ministro turco Tayyip Erdogan, que estará de partida. O encontro durará cerca de 15 minutos.
amanhã, 28 de Novembro, à chegada ao aeroporto de ankara, Bento XVI encontrará o primeiro-ministro turco Tayyip Erdogan, que estará de partida. O encontro durará cerca de 15 minutos. as tensões das últimas semanas sobre a visita de Bento XVI à Turquia afrouxaram. Os esclarecimentos e as declarações de boa vontade de ambas as partes contribuíram para a melhoria do ambiente.
Foi sobretudo o fracasso, ao menos em parte, da manifestação organizada pelos islâmicos e nacionalistas do partido da Felicidade que, no lugar de um milhão de participantes desejados, contaram apenas com pouco mais de uma dezena de milhar.
as palavras de estima e de sincera amizade pelo povo turco, ditas pelo Papa durante a recitação do angelus concorreram para o clima de distensão. a esse facto deve acrescentar-se o anúncio de que Bento XVI visitará a Mesquita azul de Istambul.
Por sua vez o ministro turco dos Negócios Estrangeiros, abdullah Gul, declarou que a visita do Papa à Turquia apagará os malentendidos entre o mundo islâmico e cristão. No dizer do ministro, ankara dá muita importância à visita, uma vez que é acompanhada por dois mil jornalistas e torna-se uma oportunidade para a Turquia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *