Esta organização apoiava a população angolana, na área da saúde. a partida será efectuada por fases, até Junho de 2007.
Esta organização apoiava a população angolana, na área da saúde. a partida será efectuada por fases, até Junho de 2007. Os Médicos Sem Fronteiras (MSF) decidiram deixar o território angolano, após 23 anos de permanência no país. Já há quatro anos que reina a paz. a Organização Não Governamental (ONG) aponta para o facto de, desde então, ter recebido menos apoios. Explica o Correio da Manhã que são as dificuldades que os levam a sair.
Os MSF acrescentam que esta retirada vaicomplicar a vida da população. Refere a falta de infra-estruturas, medicamentos e serviços. Contrabalança com o facto de angola ser um país diamantífero e osegundo maiorprodutor de petróleo em africa. O governo, segundo a ONG, com essas condições, poderá assegurar a saúde do seu povo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *