Já foi detido um quarto suspeito de envolvimento no assassinato de Idalina Gomes e de Waldyr dos Santos.
Já foi detido um quarto suspeito de envolvimento no assassinato de Idalina Gomes e de Waldyr dos Santos. a Lusa adianta que esta detenção ocorreu nas últimas horas , disse o comandante da Polícia da República de Moçambique (PRM) no distrito de angónia, Josefo Mosse.
O responsável manifestou-se confiante na detenção de outros dois elementos que, com estes quatro, terão atacado a missão de fonte Boa, a cargo dos jesuítas e de que resultou a morte do sacerdote brasileiro e da missionária leiga. Dois outros religiosos, um moçambicano e um português, ficaram feridos no ataque, encontrando-se em tratamento naquele distrito de angónia, província de Tete, junto à fronteira com o Malawi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *