O acordo preliminar para o envio conjunto de uma força de paz para o Darfur foi alcançado.
O acordo preliminar para o envio conjunto de uma força de paz para o Darfur foi alcançado. O governo sudanês aceitou o envio de uma força de paz conjunta das Nações Unidas (ONU) e da União africana (Ua).
Fica ainda por clarificar o tamanho da força. as tropas serão fornecidas pela U a na medida do possível, enquanto a ONU ficará com o comando e o controlo da operação , salientou Kofi annan.
O Conselho de Segurança aprovou uma resolução que autoriza o alargamento da missão da ONU no Sudão (UNMIS) para enviar 27. 000 soldados para o Darfur, com o objectivo de assumirem o comando da força de paz (aMIS) de 7. 000 efectivos, que a União africana tem no terreno e cujo mandato expira no final do ano.
Esta medida deve agora ser ratificada pelo governo sudanês na reunião do Conselho de Paz e Segurança da U a que se realiza a 24 de Novembro, na República Democrática do Congo.
No entanto, Omar Hassan al Bashir, considera que entregar a missão de paz da U a à ONU ameaça a soberania do Sudão e só piorará a situação humanitária no Darfur.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *