“Os jovens cristãos portugueses são chamados a fazer em cada momento do seu dia-a-dia, e de maneira especí­fica reflectir sobre a opção pela vida no contexto actual”.
“Os jovens cristãos portugueses são chamados a fazer em cada momento do seu dia-a-dia, e de maneira especí­fica reflectir sobre a opção pela vida no contexto actual”. O comunicado final do Conselho Nacional da Pastoral Juvenil realizado a 10 e 11 de Novembro, em Fátima, refere ainda que queremos uma cultura da vida nas relações familiares, na vida associativa, no compromisso social, no empenho profissional, na aceitação positiva do diferente, no diálogo de gerações, na generosidade para gestos de partilha de bens e serviços.
Os responsáveis dos Serviços Diocesanos, Movimentos, Institutos e associações Juvenis de Portugal defendem que é nosso dever de consciência a educação para a cidadania e a para a participação cívica no combate a tudo quanto desumanize e mate: as listas de espera; a droga; o excesso de velocidade; a (des)responsabilização ecológica; o aborto; a mentira (fiscal, pessoal, social).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *