Uma missionária leiga portuguesa e um padre brasileiro foram assassinados, na madrugada de hoje, na província de Tete, centro de Moçambique.
Uma missionária leiga portuguesa e um padre brasileiro foram assassinados, na madrugada de hoje, na província de Tete, centro de Moçambique. O sacerdote e a leiga foram assassinados, esta madrugada, durante um assalto à missão que fica a mais de 200 quilómetros de Tete.
Informações ainda não confirmadas referem que o padre brasileiro pertenceria à ordem dos Jesuítas e que a portuguesa, com cerca de 30 anos, seria uma missionária leiga em final de trabalho voluntário naquela região, adianta a Lusa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *