Na catedral de Bruxelas, o cardeal Daneels manifestou a sua satisfação diante de uma multidão que enchia o templo.
Na catedral de Bruxelas, o cardeal Daneels manifestou a sua satisfação diante de uma multidão que enchia o templo. a assembleia estava salpicada de cachecóis e sacos lilás-laranja, as cores do congresso de Bruxelas. Um grande número de portugueses participaram nesta última eucaristia, antes de regressarem a Lisboa: o bispo auxiliar de Lisboa, Manuel Clemente, vários padres e muitos leigos.
É geral a satisfação dos congressistas. as conferências, mesas redondas, ateliers e um sem-número de actividades em toda a cidade responderam todos os gostos. Se uma pena houve, foi a de não ter podido tomar parte nesta ou naquela actividade, queixavam-se alguns.
Embora havendo muitas hesitações no início, o congresso de Bruxelas foi um êxito. a participação dos leigos, jovens e adultos foi a maior surpresa para o diácono Carmona, do patriarcado de Lisboa e da comissão do congresso. estamos num crescendo de entusiasmo, à medida que se avança .
a organização forneceu números do congresso: 100 mil participantes, cinco mil inscritos, dos quais mil e quinhentos não-belgas, mais de 700 actividades. Por trás uma máquina silenciosa e eficaz de organização. Motivos mais que suficientes de orgulho. Um sucesso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *