O Conselho de Segurança da ONU apelou novamente que seja efectuado o desarmamento das milícias no Líbano.
O Conselho de Segurança da ONU apelou novamente que seja efectuado o desarmamento das milícias no Líbano. Numa declaração lida pelo seu presidente para o mês de Outubro, o embaixador do Japão, Kenzo Oshima, o Conselho de Segurança refere que importantes progressos foram feitos na aplicação da resolução 1. 559, em particular graças ao destacamento das forças armadas libanesas para o sul do país pela primeira vez em três décadas.
O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas considera que continua por aplicar o desmantelamento e desarmamento das milícias libanesas e estrangeiras, o estrito respeito pela soberania, pela integridade territorial, pela unidade e independência política do Líbano.
Na declaração lida pelo embaixador do Japão, Kenzo Oshima é ainda defendida a realização de eleições presidenciais segundo a constituição libanesa, sem ingerência nem influência estrangeira.
Este órgão da ONU apela à aplicação total da resolução 1. 559 e a todos os Estados e partes envolvidas a cooperar para esse fim com o governo libanês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *