“acreditamos que a UCP esteja com Braga e em Braga, sem hesitações, como garantia de um futuro culturalmente sólido e cristão”, afirma Jorge Ortiga.
“acreditamos que a UCP esteja com Braga e em Braga, sem hesitações, como garantia de um futuro culturalmente sólido e cristão”, afirma Jorge Ortiga. Desejamos a UCP aqui, sólida, onde como garantia para manter a cultura superior católica na sociedade portuguesa. Desejamos que nunca se afaste dos seus princípios, como tem feito, e seja católica, diferente de outras propostas, com coragem, com humildade e sempre com Cristo. Não estamos separados do mundo. Temos, porém, de lhe imprimir os valores dum humanismo autêntico, escreve o arcebispo primaz de Braga, Jorge Ortiga, por ocasião do 40º aniversário Universidade Católica em Braga, em 2007.
a Católica deve responder às procuras de formação contínua para as gerações mais velhas, facilmente marginalizáveis. a inovação e qualificação sugerem iniciativas que poderão beneficiar as famílias a quem queremos, como Igreja, oferecer mais dignidade, defende o prelado.
Jorge Ortiga defende ainda o pólo universitário da UCP deve ser aquele lugar de discernimento social e pessoal, onde as pessoas encontram uma formação diferente e sejam interpeladas no plano cultural e decisões sensatas para a sua vida. E, a gravidade da situação social actual não pode atemorizar-nos. Os problemas são complexos. a Doutrina Social da Igreja é um farol iluminador, refere. O arcebispo espera ainda que a universidade ofereça respostas devidamente estruturadas e com elas encontremos o rumo proporcionador de felicidade para todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *