Uma semana de retiro congrega os missionários e missionárias da Consolata na apúlia de 23 a 28 de Outubro. O bispo auxiliar de Lisboa, Carlos azevedo orienta a reflexão.
Uma semana de retiro congrega os missionários e missionárias da Consolata na apúlia de 23 a 28 de Outubro. O bispo auxiliar de Lisboa, Carlos azevedo orienta a reflexão. Só a esperança pode salvar, sustém a vida, a acção militante, o ideal, afirmou Carlos azevedo. O bispo auxiliar de Lisboa está a orientar o retiro dos Missionários e Missionárias da Consolata na casa João Paulo II, na apúlia, da diocese de Braga.
Convidando-os a renovar a esperança, Carlos azevedo desafiou os missionários: É responsabilidade dos cristãos dizer o nome de Deus salvador para as situações (de sofrimento, de injustiça): há salvação, há esperança; Deus desfatalizou a história.
Na apúlia estão reunidas as comunidades dos Missionários e Missionárias da Consolata de Águas Santas, Corim, Fátima, Lisboa e Cacém. O retiro de uma semana é uma prática anual de renovamento e de revitalização da vida espiritual missionária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *