Bastam 45 minutos para os jovens mostrarem paixão pela missão. Para se entusiasmarem pela ajuda ao próximo. Basta deixar soprar o Espírito de Deus.
Bastam 45 minutos para os jovens mostrarem paixão pela missão. Para se entusiasmarem pela ajuda ao próximo. Basta deixar soprar o Espírito de Deus. Cada aula de Religião e Moral, às turmas do 7º ao 9º ano, do Colégio São Gonçalo em amarante, orientada pelos Missionários da Consolata durou 45 minutos. a equipa formada pelo padre Maurício, Irmã Lúcia, leiga Viviana e o jovem Tiago, durante três dias sensibilizou os jovens para a necessidade de ser solidário, de ir ao encontro dos necessitados.
No início a equipa era apenas mais grupo de padres e irmãs que entrava na aula. Passaram alguns minutos e as observações começaram a mudar. Bestiais, simpáticas, corajosas, precisas no mundo eram as palavras usadas para classificar os missionários presentes no meio deles. Escreveram cartas que terminavam com um obrigado e um compromisso pessoal.
Depois de três dias, a mensagem entrou na escola, transbordava do coração dos jovens. Descobriram que, para além dos bens materiais, têm um meio forte para apoiar: a solidariedade e a oração.
Lamentar-se não serve de nada. É preciso agir. No último dia, um grupo de jovens esperava pelos missionários. Tinham sacos nas mãos e um sorriso imenso no rosto, próprio de quem não perdeu tempo. Quando a mensagem lhes chega ao coração, arregaçam as mangas, dão exemplo, não medem nem fazem contas a ajudam. Dão tudo!
Não vamos perder mais tempo. Deixemos de ser egoístas. Somos todos baptizados por isso somos missionários. Temos que ajudar, eram alguns slogans que os jovens repetiam. Um muito obrigado dos missionários aos professores e aos jovens por todo o carinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *