O Museu de arte Sacra e Etnologia, dos Missionários da Consolata em Fátima, vai acolher uma acção de formação sobre “Inventário do Património cultural móvel. princípios, metodologias, boas práticas. “
O Museu de arte Sacra e Etnologia, dos Missionários da Consolata em Fátima, vai acolher uma acção de formação sobre “Inventário do Património cultural móvel. princípios, metodologias, boas práticas. “Esta acção, orientada por Paulo Costa (Director de Serviços de Inventário do Instituto Português de Museus) está integrada numa iniciativa da RPM desde 2001 que consiste num programa de acções de formação que visa concretizar uma das suas principais atribuições, de acordo com o Despacho Conjunto n. º 616/2000, de 17 de Maio: Organizar e apoiar acções de formação no âmbito da museologia e da museografia, no sentido de aprofundar critérios de qualidade e parâmetros de intervenção, assegurando a formação contínua de recursos humanos.
De 2001 a 2005 a Estrutura de Missão Rede Portuguesa de Museus realizou quarenta e uma acções de formação, frequentadas por setecentos e oitenta e sete formandos, números que comprovam a pertinência desta linha de trabalho e as necessidades existentes entre os profissionais dos museus.
Para além do Museu de arte Sacra e Etnologia, este ano foram escolhidos para receber acções os museus da RPM: Museu Nacional de Soares dos Reis; Museu Municipal de Faro; Museu de aveiro; Museu Nacional de arqueologia; Fundação Calouste Gulbenkian; Casa-Museu Frederico de Freitas (Funchal); Direcção Regional da Cultura dos açores (angra do Heroísmo).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *