Estiveram reunidos em Nairobi durante uma semana representantes de muitas cidades africanas para estudar o modo de as tornar mais habitáveis.
Estiveram reunidos em Nairobi durante uma semana representantes de muitas cidades africanas para estudar o modo de as tornar mais habitáveis. africities ou africidades foi um encontro pan-africano de autoridades locais para trocar impressões e formular propostas sobre o modo de humanizar as nossas cidades e concelhos urbanos.
Quem vive em cidades deste vasto continente – falo especialmente de Nairobi – nota com tristeza os enormes problemas humanos, sociais e estruturais a que está submetido este povo sofredor.
Só para dar um exemplo, daqui a dias vão chegar as chuvas. a cidade vai ficar inundada só porque as valetas e esgotos estão inutilizados.
Mas há acima de tudo o problema da habitação e da saúde. É certo que em qualquer país os cidadãos devem poder viver onde bem lhes convier. aqui convém-lhes viver nas cidades, perto da zona industrial e do comércio, onde possam ganhar o seu magro salário.
Isto significa que bairros de lata aparecem como cogumelos de um dia para o outro. Neles não há luz nem água nem esgotos nem nenhum serviço de apoio.
Nairobi, e com ela a maioria das cidades africanas, não tem fundos para se manter e desenvolver. É o governo central quem tudo pode e tudo manda. Falta a subsidiariedade. Só quando a situação se torna trágica aparecem as poucas soluções de emergência.
africities foi um esforço para dar uma face humana às nossas cidades. Foi uma reunião. Queira Deus que algo de positivo dela nasça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *