Bento XVI reafirmou a sua “estima e respeito pelo mundo islâmico”, diante de 22 representantes diplomáticos do mundo islâmico.
Bento XVI reafirmou a sua “estima e respeito pelo mundo islâmico”, diante de 22 representantes diplomáticos do mundo islâmico. No encontro com os embaixadores muçulmanos e os líderes das comunidades islâmicas de Itália, Bento XVI reiterou, na sua residência de Castelgandolfo, a sua “estima e respeito pelo mundo muçulmano. O diálogo muçulmano-cristão é uma exigência vital”.
“O respeito exige a reciprocidade, sobretudo no que diz respeito à liberdade religiosa”. Tantos líderes religiosos como políticos têm o dever de contribuir para que cristãos e muçulmanos se oponham à “violência” e à “intolerância”, acrescentou o Pontífice. Fiéis às suas religiões, “aprendam a trabalhar juntos, como já acontece em diversas experiências comuns”.
Para o encontro foram convocados todos os embaixadores dos países muçulmanos com os quais a Santa Sé mantém relações diplomáticas. Faltou apenas o embaixador do Sudão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *