ainda a polémica das citações. Na audiência das quartas-feiras, Bento XVI voltou a repetir que as suas palavras foram mal interpretadas.
ainda a polémica das citações. Na audiência das quartas-feiras, Bento XVI voltou a repetir que as suas palavras foram mal interpretadas. “Confio que após as reacções do primeiro momento, as minhas palavras na Universidade de Regensburg possam constituir um impulso e um encorajamento para um diálogo positivo e também autocrítico, quer entre as regiões quer entre a razão moderna e a fé dos cristãos”, afirmou Bento XVI.
Na audiência das quartas-feiras, na Praça de São Pedro, o Papa salientou, de viva voz, que as suas palavras foram mal interpretadas. O Santo Padre salienta que a polémica em volta das suas palavras, em Regensburg, resulta de uma má interpretação e que a sua citação de textos medievais sobre o Islão, não significa que essas sejam as suas convicções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *