a Somália é o país em que há mais crianças não escolarizadas. Uma ONG pretende ajudar três milhões. Pediu aos governos para cuidarem da situação.
a Somália é o país em que há mais crianças não escolarizadas. Uma ONG pretende ajudar três milhões. Pediu aos governos para cuidarem da situação. Para além de matar, ferir e destruir, a guerra também priva muitas crianças de educação. Um relatório da Organização Não Governamental (ONG) “Save the children” (Salvem as crianças) aponta para 43 milhões não escolarizadas, no mundo. De acordo com a BBC afrique, o objectivo da organização é dar educação a três milhões de crianças até 2010.
Os meninos da Somália são os mais afectados. Só dez por cento frequentam a escola. a República Democrática do Congo, o Chade e o Nepal também sofrem com o mesmo problema.
No relatório pede aos governos e a organizações, como as ONG, de prestarem atenção à educação, principalmente nas áreas de conflito. Deverão ter o cuidado de reservar uma parte dos fundos das Nações Unidas, usadas nas situações crise, para essa área. Simultaneamente terão que apostar na formação dos professores e na educação das raparigas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *