Os Estados Unidos fizeram uma doação a organizações nigerianas para a luta contra o tráfico de pessoas. Portugal desceu para o segundo escalão no que respeita à sua acção contra a prática.
Os Estados Unidos fizeram uma doação a organizações nigerianas para a luta contra o tráfico de pessoas. Portugal desceu para o segundo escalão no que respeita à sua acção contra a prática. as doações não determinadas dos Estados Unidos (EUa) à Nigéria servirão para Organizações Não Governamentais combaterem o tráfico de pessoas. Serão utilizadas especificamente nas campanhas de sensibilização, nas reportagens sobre o assunto e no apoio dado às vítimas.
Esta prática está na maioria das vezes ligada à prostituição, ao tráfico de órgãos para transplante e aos trabalhos forçados. Muitas vezes, as vítimas são enganadas. Pretendendo sair da pobreza do seu país de origem, aceitam convites para trabalhar no estrangeiro. São mulheres, na sua grande maioria.
Dos países mais afectados alguns são da Europa de leste como a Rússia, Ucrânia e Roménia. a China e a Nigéria também são atingidas.
Os países para onde são enviadas mais pessoas traficadas são o Japão, os Estados Unidos e alguns países da Europa como a alemanha e Itália.
Os EU a efectuam, anualmente, um relatório sobre a prática. avaliou 150 países quanto à prevenção, acção judicial e protecção que forneciam às vítimas. No último, Portugal ficou classificado no segundo dos três escalões. Os castigos aplicados aos culpados e a falta de dados estatí­sticos terão provocado a sua descida do primeiro escalão para o segundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *