Documento ratificado encoraja países africanos a rever as suas estratégias nacionais para a prevenção do ví­rus e assim poder acelerá-lo.
Documento ratificado encoraja países africanos a rever as suas estratégias nacionais para a prevenção do ví­rus e assim poder acelerá-lo. a capital da Etiópia, addis abeba, é palco da 56º sessão do comité regional africano da Organização Mundial de Saúde (OMS). Foi ratificada, no dia 30 de agosto, uma resolução sobre o HIV. Estiveram presentes os ministros de 46 países africanos.
anuncia o ano 2006 como “ano de aceleração da Prevenção do HIV” em africa e o programa de vacinação infantil, de acordo com informações divulgadas pelo notícias Lusófonas.
O documento incita os governos a procederem ao desenvolvimento da prevenção do ví­rus, através da revisão das estratégias nacionais. O acesso ao tratamento por parte dos doentes é um dos seus pedidos.
O Programa alargado de Vacinação até 2009 pediu o aumento do orçamento para as actividades relacionadas com a vacinação. Problemas como a ineficaz formação de profissionais de saúde dificultam-na.
Em 4,9 milhões das novas infecções registadas no ano 2005, África é responsável por 3,2. a OMS e a ONUSID a (Programa Conjunto das Nações Unidas sobre o HIV) revelaram que a maioria dos infectados têm entre 15 e 49 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *