abadessa Maria dos Prazeres Pereira Dias foi a primeira e última monja a ser sepultada no cemitério de Semide, perto de Coimbra. Foi há 110 anos.
abadessa Maria dos Prazeres Pereira Dias foi a primeira e última monja a ser sepultada no cemitério de Semide, perto de Coimbra. Foi há 110 anos. a última monja a morrer no Mosteiro de Santa Maria de Semide, Maria dos Prazeres foi hoje, 22 de agosto, homenageada. Morreu há 110 anos, a 21 de agosto, tendo sido sepultada, no dia seguinte no cemitério local. Foi também, contrariamente ao habitual, a primeira e última monja a ser sepultada no cemitério do povo. Por ordem superior do Estado e ironia do destino, a última monja e também abadessa, não foi sepultada nos claustros do mosteiro, no cemitério privativo onde, como acontece em todas as ordens de clausura, eram enterrados os frades ou monjas.
“assim que o cortejo fúnebre saiu, os fiscais da Fazenda Pública entraram logo e tomaram conta do mosteiro”, lembra, com mágoa o responsável pela homenagem, padre antónio Pedro. Há precisamente 110 anos, o mosteiro encerrou definitivamente como comunidade monástica.
a cerimónia de homenagem foi singélica e constou da celebração eucarística e romagem à sepultura, no cemitério.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *