Defender os interesses dos estudantes de Cabinda, no estrangeiro, e ser porta-voz das suas preocupações e anseios, é o objectivo da Comissão Instaladora da Liga dos Estudantes de Cabinda em Portugal.
Defender os interesses dos estudantes de Cabinda, no estrangeiro, e ser porta-voz das suas preocupações e anseios, é o objectivo da Comissão Instaladora da Liga dos Estudantes de Cabinda em Portugal. “Queremos constituir uma Liga de Estudantes de Cabinda em Portugal forte e dialogante e com uma actuação mais concreta na resolução dos problemas de todos os estudantes, não deixando de contribuir para a emancipação dos mesmos nas diversas áreas do saber, bem como da sua inserção no mercado laboral”, sublinham os responsáveis.
Para a maioria dos estudantes de Cabinda, “quase nunca é tarefa fácil” estudar no estrangeiro, refere a Comissão. “Os poucos meios que dispõem para acautelar problemas ligados à sua formação quase nunca chegam, e a necessidade de alojamento condigno e mesmo a falta de ferramentas de ajuda e apoio à vida académica, são dos factores que afectam na boa e desejada preparação das actuais gerações de estudantes de Cabinda residentes em Portugal”, salienta, também.
Para a formação da Liga dos Estudantes de Cabinda em Portugal, a Comissão criou uma base de dados que servirá para “constatarmos o número real de estudantes de Cabinda em Portugal, visando assim uma permanente troca de informação, apoio social e jurí­dico (encaminhamento nos assuntos académicos, técnico e cientí­fico, bem como procurar o seu enquadramento profissional)”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *