Quatro soldados do Hezbollah morreram vítimas de um dos três incidentes de violação do cessar-fogo, no Médio Oriente.
Quatro soldados do Hezbollah morreram vítimas de um dos três incidentes de violação do cessar-fogo, no Médio Oriente. “Uma troca de tiros entre as Forças de Defesa de Israel e o Hezbollah no sector de Hadata teve lugar na terça-feira à tarde”, refere o comunicado da missão da ONU no Líbano.
O Hezbollah, por seu lado, desmentiu que qualquer dos seus milicianos tivesse morrido desde o cessar-fogo.
Segundo a informação israelita, o incidente teria acontecido em Rajmin, localidade que não aparece no mapa do Líbano, mas, judeus e árabes têm denominações diferentes para os mesmos lugares.
O exército israelita retirou “um certo número de tanques e de ‘bulldozers’ blindados do território libanês no decurso das últimas 24 horas”, acrescentou o comunicado da FINUL.
No entanto, o exército libanês só deverá iniciar a sua retirada na quinta-feira, tal como ficou acordado numa reunião entre delegações dos dois países com elementos da FINUL no posto fronteiriço de Ras Naquora, no sul do Líbano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *