Em 48 milhões de órfãos 12 milhões já não têm pais por causa por causa do ví­rus. Possuem menos hipóteses de conseguirem uma boa educação e alimentação.
Em 48 milhões de órfãos 12 milhões já não têm pais por causa por causa do ví­rus. Possuem menos hipóteses de conseguirem uma boa educação e alimentação. O relatório “Gerações órfãs e Vulneráveis de África: Crianças afectadas pela SIDa” revelou que a Sida levou a que 12 dos 48 milhões de órfãos da África Sub-sariana perdessem os pais.
Este ví­rus dificulta e fragiliza a vida dessas crianças, nomeadamente no campo da educação, da alimentação e da saúde podendo vir a sofrer de ansiedade ou mesmo contrair o ví­rus da sida.
“Precisamos de fazer mais para ajudar. Milhões de crianças afectadas pela Sida estão fora da escola, crescem sozinhos, vulneráveis à pobreza, marginalização e discriminação”, defendeu Rima Salah, Directora Executiva adjunta da UNICEF, na conferência Internacional de Sida na cidade canadiana de Toronto, segundo o notícias Lusófonas.
O Plano de emergência do presidente Bush já ajudou três milhões de pessoas, das quais 1,2 milhões de órfãos.
a mesma fonte refere que o relatório do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), do programa das Nações Unidas sobre o ví­rus da Sida (UNaIDS) e do plano de emergência do Presidente Bush está incluí­do na campanha “Juntos pelas crianças, Juntos contra a Sida”. Pretende travar o desenvolvimento do ví­rus e as consequências que detêm nas crianças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *