a investigação foi efectuada nas ilhas de Santiago, São Vicente e Sal. a maioria das vítimas são crianças do sexo feminino.
a investigação foi efectuada nas ilhas de Santiago, São Vicente e Sal. a maioria das vítimas são crianças do sexo feminino. Um estudo sobre a exploração e abuso sexual de menores, em Cabo Verde, revelou haver um crescimento desses crimes. Foi realizado pelo Instituto Cabo-verdiano da Criança e do adolescente e pelo Fundo das Nações Unidas para infância.
Esta investigação incidiu sobre 800 crianças e jovens que tinham entre cinco e dezoito anos, das zonas de Santiago, São Vicente e Sal.
Segundo o jornal VozdiPovo, as menores de sexo feminino foram as mais afectadas, sendo 94. 4 por cento raparigas. 85 por cento são estudantes e as restantes são crianças que já trabalham ou que vivem na rua.
Entre 2000 e 2004, na ilha de Santiago verificou-se um aumento de denúncias relativas a crimes sexuais. Na ilha de São Vicente, a taxa de abusos sexuais em menores subiu em 41 por cento, entre 2001 e 2003.
Os conhecimentos detidos pelos próprios menores sobre o assunto e a jurisdição existente foram outros dos temas tratados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *