Presença ucraniana em Portugal bem como a sua integração religiosa e social, em análise, durante esta Semana das Migrações.
Presença ucraniana em Portugal bem como a sua integração religiosa e social, em análise, durante esta Semana das Migrações. “Sinal dos novos tempos”, é o tema da 34º Semana das Migrações que decorre até 13 de agosto. O tema foi inspirado na Mensagem de Bento XVI para a 92 Jornada Mundial do Migrante e Refugiado e Carta Pastoral dos bispos da Ucrânia aos seus imigrantes em Portugal: “Migrações: Sinal de Tempos Novos”.
Habitualmente esta semana é dedicada aos emigrantes portugueses. Este ano, assume uma particular importância já que também é dedicada à comunidade ucraniana a residir em Portugal. Calcula-se que sejam 70 mil.
Trata-se de uma semana para “pensar e recordar todas as categorias de pessoas envolvidas na mobilidade, a celebrar na fé a dupla condição do nosso país ” emigração e imigração ” e, a “ousar a memória” de uma Igreja missionária que sempre acompanhou os seus “filhos” em diáspora pelo mundo e que carece de um renovado compromisso diante das urgentes necessidades das novas rotas da emigração portuguesa”.
Esta semana iniciou-se com a peregrinação dos africanos, a 5 de agosto e terá o ponto alto com a peregrinação de 12 e 13 de agosto ao Santuário de Fátima. Será presidida por Dionisio Lachovicz, responsável da Igreja Greco-Católica pelas Comunidades Ucranianas no Exterior, coadjuvado pelo bispo antónio Vitalino, presidente da Comissão Episcopal da Mobilidade Humana.
O encerramento oficial desta semana de sensibilização, encontro e oração acontecerá no dia 13 de agosto, com a Jornada de solidariedade das comunidades cristãs com a Pastoral da Mobilidade Humana que a Igreja desenvolve em favor dos em favor dos migrantes, marí­timos, ciganos, deslocados, refugiados e irregulares. além do ofertório nacional realizado em todas as paróquias, nesse domingo acontecerá ainda em Fátima, no auditório Paulo VI, uma Tarde de evangelização para a comunidade ucraniana, da responsabilidade da Capelania nacional dos ucranianos.
a visita pastoral que o prelado, Dionisio Lachovicz fará ao nosso país terminará uma celebração, dia 15 de agosto ” Solenidade da assunção de Maria – para a comunidade católica ucraniana da área metropolitana de Lisboa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *