Crianças vivem em comunidade e recebem educação para o futuro. São 80 rapazes e 30 raparigas.
Crianças vivem em comunidade e recebem educação para o futuro. São 80 rapazes e 30 raparigas. O centro “Saint Laurent” recupera e educa crianças da rua, em Kisangani, no norte da República Democrática do Congo. Foi fundado em 1991 pelo missionário, padre Giovanni Pross. Ocupa-se de 80 rapazes e 30 raparigas com idades compreendidas entre os cinco e 20 anos.
algumas dessas crianças foram abandonadas quando os seus pais, militares, tiveram de seguir para a guerra. Outras são órfãs ou doentes mentais. No centro apreendem o significado da “vida em comunidade” e certas tarefas como cozinhar. Uns recebem lá formação e ensino primário, enquanto os mais velhos vão à escola.
Já há alguns meses que o padre Corrado Tosi, missionário comboniano, ensina música às crianças. Fornece-lhes a possibilidade de saberem tocar um instrumento e de, mais tarde, poderem fazer dela um dos seus sustentos.
“Nós lamentámos o grande desinteresse do governo para com o problema das crianças de rua. Esperámos que, com as eleições, o novo governo faça prova de um verdadeiro compromisso no social”, afirma o médico Mbendi, segundo a Missionary Internacional Service News agency (MISNa).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *