as sanções previstas para o seu desrespeito são o congelamento dos bens e uma mobilização limitada.
as sanções previstas para o seu desrespeito são o congelamento dos bens e uma mobilização limitada. O Conselho de Segurança das Nações Unidas decidiu, por unanimidade, estender, até Julho de 2007, o embargo às armas, relativas às milícias e aos grupos armados presentes na zona este da República Democrática do Congo. Pediu, também, ao secretário-geral, Kofi annan, a renovação do mandato dos peritos responsáveis pela vigia da aplicação do embargo.
Este país é rico em diamantes, cobre, magnésio e urânio e outros minerais, frequentemente roubados por grupos armados, nas províncias Kivu e Ituri.
O embargo das armas foi introduzido pela primeira vez em 2003. Quem o desrespeitar será sancionado com o congelamento dos bens económicos e um poder de deslocação limitado. Estas sanções estendem-se a quem utilizar crianças soldados ou violar os direitos das crianças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *