Ordens religiosas devem colocar-se à disposição dos refugiados sem discriminar ninguém, defende o patriarca maronita do Líbano.
Ordens religiosas devem colocar-se à disposição dos refugiados sem discriminar ninguém, defende o patriarca maronita do Líbano. O patriarca maronita do Líbano, cardeal Nasrallah P. Sfeir, pediu a todas as ordens religiosas a “colocarem-se à disposição dos refugiados, evitando toda e qualquer discriminação religiosa e comunitária”.
O prelado defendeu um cessar-fogo imediato, recordando que a Santa Sé tem feito este apelo. Para o patriarca, o país precisa do “restabelecimento de uma paz duradoura e estável, a fim de que se possa concretizar um Líbano democrático, soberano e independente”.
líderes religiosos libaneses, cristãos e muçulmanos, exigem que a comunidade internacional imponha um cessar-fogo imediato da ofensiva israelita, iniciada a 12 de Julho, contra o Líbano.
Em reunião, realizada a 1 de Julho, na sede do Patriarcado Maronita de Bkerkeh, no norte de Beirute, além disso, os religiosos denunciaram as agressões, que chamaram de “crimes de guerra contra os libaneses”.
“Pedimos à comunidade internacional que imponha o cessar imediato da ofensiva israelita”, acrescenta o texto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *