O respeito pelas “normas e critérios internacionais exigí­veis” e a “postura democrática” dos candidatos foram alguns dos elogios dos observadores.
O respeito pelas “normas e critérios internacionais exigí­veis” e a “postura democrática” dos candidatos foram alguns dos elogios dos observadores. Os observadores das Comunidades de países de língua Portuguesa (CPLP) que estiveram presentes durante as eleições presidenciais em São Tomé e Prí­ncipe dirigiram uma série de elogios ao povo são-tomense.
Para os observadores, as eleições do dia 30 respeitaram “as normas e os critérios internacionais exigí­veis”. Verificou-se, também, “condições de livre expressão do voto universal”, segundo o que informa o órgão de informação, notícias Lusófonas.
Leonardo Simão, porta-voz do grupo, acrescentou, ainda, ter havido uma disponibilidade geral no acompanhamento das eleições, até à divulgação dos resultados.
Congratularam os candidatos por terem assumido “uma postura democrática” e o povo são-tomense pela sua participação “ordeira, pacífica e responsável”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *