Portugal vai receber cinco refugiados da Etiópia e da Eritreia resgatados, em Julho, próximo da costa de Malta, pelo pesqueiro espanhol “Francisco e Catalina”.
Portugal vai receber cinco refugiados da Etiópia e da Eritreia resgatados, em Julho, próximo da costa de Malta, pelo pesqueiro espanhol “Francisco e Catalina”. Os cinco refugiados, dois da Etiópia e três da Eritreia, vão ficar instalados no centro de acolhimento do Centro Português para os Refugiados (CPR) da Bobadela, na região de Lisboa e chegarão no mês de agosto.
O acolhimento em Portugal surge após um pedido do alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (aCNUR) para receber cinco dos 29 refugiados acolhidos temporariamente em Espanha desde o dia 21 de Julho. Os restantes deste grupo vão ser recebidos por Espanha e Holanda.
Os refugiados fazem parte de um grupo de 51 imigrantes resgatados pelo pesqueiro “Francisco e Catalina” ao largo de Malta. O alto Comissariado da ONU para os Refugiados (aCNUR) pediu a vários países da União Europeia para os acolher como refugiados, considerando que o seu regresso poderá representar um perigo para a sua segurança e vida, dada a difícil situação em que se encontram os seus locais de origem.
O grupo de 51 imigrantes foi resgatado quanto tentava fazer a travessia, por mar, do continente africano para a Europa, tendo sido transportados para Espanha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *