a localização da banca já é outra e a venda das T-shirts e calendários melhorou.
a localização da banca já é outra e a venda das T-shirts e calendários melhorou. “Nada nos separará”, assim começa o refrão de uma das músicas do padre Silvanus, acompanhado pelo Jovens Missionários da Consolata. Estes cantam e dançam, alegremente, em frente à Igreja do Senhor da Cruz, apesar das poucas horas de sono.
Levantaram-se às quatro horas da manhã, saíram às cinco de Barroselas e chegaram por volta das seis a Barcelos, onde vão passar o dia. a maioria das pessoas que passam, olham com curiosidade e esboçam um sorriso. alguns até se juntam ao grupo de jovens.
Tiago Loureiro, natural de Ermesinde, afirma: “as pessoas estão mais atentas, ouvem o porquê da nossa campanha. Na feira é mais difícil!”. Segundo eles a localização foi bem escolhida. “Está a ser melhor. Vende-se mais que ontem e anteontem”, explica Tiago.
Relativamente ao papel que o grupo tem desempenhado, aponta a falta de experiência como feirantes: “Conhecemos a feira por fora, como compradores, e não como vendedores”. O mesmo pensa haver também uma falha na forma como tem chamado a atenção das pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *