Jovens do campo de trabalho missionário estão hoje em Barcelos. Já reviram amigos e participam na eucaristia missionária, ao meio dia, na igreja do Senhor da Cruz.
Jovens do campo de trabalho missionário estão hoje em Barcelos. Já reviram amigos e participam na eucaristia missionária, ao meio dia, na igreja do Senhor da Cruz. Em frente à igreja do Senhor da Cruz, no largo em frente ao jardim, no centro de Barcelos está montada, hoje, a banca solidária dos jovens. O grupo distingue-se pela animação. O padre Silvanus vai apregoando, no meio da música cinco euros e os jovens vão acompanhando com o aucuna matata que quer dizer obrigada. as pessoas vão passando, parando até para ouvir um bocadinho desta música, como os dois miúdos ciganos que vendem pensos rápidos e param ali, alguns minutos. Ou o senhor que sentado no banco de jardim, vai sapateando ao som do Ó malhão, malhão.
Enquanto isso, lá dentro no templo do Senhora da Cruz, muitos rezam o terço pela paz no Médio Oriente.
Filipa, uma das jovens tenta uma abordagem a uma senhora que passa. Ela diz-lhe: Passo depois. E Filipa aproveita para a convidar para a eucaristia das 12h, ali, na igreja.
alguns jovens de paróquias de Barcelos, que participaram na Páscoa ,que os missionários da Consolata, aqui realizaram, aparecem para cumprir os colegas. Nelson Fernandes é um deles.compra a sua t-shirt e aproveita para sensibilizar duas conhecidas a fazê-lo, também.
Bruno, um dos jovens do campo de trabalho missionário, aprecia o movimento da praça, antes de entabular conversa. E, ao ver passar três jovens rapazes, chama a colega Catarina para ir ao encontro deles e tentar vender umas camisas com C.
ainda não são nove horas da manhã. O calor promete apertar ao longo do dia. Mário Linhares salienta que, está a correr bem. Foi o dia em que, até àquela hora conseguiram vender mais t-shirts.
Do outro lado da rua, na feira, o ruído dos pregões: Duas cinco euros. E duas são também t-shirts. aqui uma custa cinco euros, com um calendário, seis euros. Mas a causa é outra, missionária, para ajudar duas missões em Moçambique e uma no Congo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *