as operações da União Europeia em Cabo-Verde serão auxiliadas por uma corveta da armada portuguesa que deverá custar à volta de dez mil euros por dia.
as operações da União Europeia em Cabo-Verde serão auxiliadas por uma corveta da armada portuguesa que deverá custar à volta de dez mil euros por dia. a inspecção das águas do atlântico que até, então, só atingia a Mauritânia e o Senegal, vai agora abranger também Cabo-Verde, seguindo uma proposta portuguesa. Esta acção relativa às operações de controlo da emigração ilegal por parte da União Europeia, surge no âmbito da operação Hera II, dirigida pela agência Europeia de Gestão da Cooperação Internacional nas Fronteiras Externas.
Segundo o Diário de notícias, José Magalhães, Secretário de Estado da administração Interna, ponderou que se houvesse uma intensificação do acompanhamento da situação na Mauritânia e no Senegal e não fosse tratada a questão das águas territoriais de Cabo-Verde, este último acabaria prejudicado no que diz respeito à reorientação do tráfego marí­timo.
O alargamento das operações da União Europeia a Cabo-Verde terá o auxí­lio de uma corveta da armada portuguesa, cujo custo ronda os dez mil euros por dia, assegurados em 80 por cento pela União Europeia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *