Formaram-se os grupos. São cinco com nomes sugestivos: Cena, Cheio, Código, Curiosidade e Correria. Há já quem reclame: Somos o mais bem liderado, o melhor, o mais organizado, o mais…
Formaram-se os grupos. São cinco com nomes sugestivos: Cena, Cheio, Código, Curiosidade e Correria. Há já quem reclame: Somos o mais bem liderado, o melhor, o mais organizado, o mais… Uma tarde cheia de trabalho. após o almoço “tivemos de coser os nossos nomes nas nossas t-shirts”, explica Catarina Fernandes. “Uma aula de corte e costura”, acrecenta o grupo “Curiosidade”. “Tarefa árdua, mas muito divertida e cumprida com sucesso”, retorquiu o grupo “Cena”.
Seguiu-se a divisão do grupo em grupos mais pequenos. Foram formados cinco: Cena, Cheio, Código, Curiosidade e Correria. Durante algum tempo, “reunimo-nos todos em grupo para preparar a animação das bancas nas feiras”, diz Catarina Fernandes.
Estava a decorrer a reunião quando chegaram os Misisonários da Consolata, Norberto Louro e Jaime Marques. “Estiveram connosco e até nos ofereceram um fio com uma pomba”, a simbolizar o Espírito Santo, explica o grupo “Cena”. a parte mais enriquecedora do dia foi o testemunho do padre Norberto, “um testemunho que todos gostaríamos de ter”, confessou Raul Bartolomeu.
O dia acabou com a arrumação da cozinha, depois do jantar. “amanhã há mais, graças a Deus não muito cedo!”. às cinco da manhã, partida para a feira de Ponte de Lima. “Estou ansiosa. Vai ser o meu primeiro dia na feira. acho que vai ser giro”, exclama Catarina Fernandes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *