O Papa convoca para o domingo, 23 de Julho, “uma jornada especial de oração e penitência” pela paz, na sequência da situação vivida no Médio Oriente.
O Papa convoca para o domingo, 23 de Julho, “uma jornada especial de oração e penitência” pela paz, na sequência da situação vivida no Médio Oriente. O comunicado da Santa Sé adianta que “o Santo Padre segue com grande preocupação a sorte de todas as populações interessadas” e convida “os pastores e os fiéis de todas as Igrejas particulares, bem como os crentes de todo o mundo a implorar de Deus o dom precioso da paz”.
Com esta jornada de oração, Bento XVI espera que “cesse imediatamente o fogo entre as partes, se criem imediatamente corredores humanitários para poder levar ajuda às populações que sofrem e se iniciem negociações razoáveis e responsáveis, para pôr termo a situações objectivas de injustiça existentes naquela região”.
O Sumo Pontífice reconhece que “os libaneses têm o direito de ver respeitada a integridade e soberania do seu país” e “os israelitas têm o direito de viver em paz no seu estado” bem como “os palestinianos têm o direito de ter uma sua pátria livre e soberana”.
“Neste momento doloroso”, Sua Santidade apela às organizações caritativas para que “ajudem todas as populações atingidas por este conflito sem piedade”.
Desde o início da ofensiva israelita contra o Líbano, já morreram 300 pessoas, na sua maioria civis. as organizações católicas e humanitárias têm alertado a comunidade internacional para uma “catástrofe sem precedentes” devido ao agravamento das condições de vida da população, que foge aos bombardeamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *