Grupo missionário Ondjoyetu parte para o Sumbe a 2 de agosto. Três leigas e um sacerdote vão dedicar um, dois e três anos das suas vidas à missão em angola.
Grupo missionário Ondjoyetu parte para o Sumbe a 2 de agosto. Três leigas e um sacerdote vão dedicar um, dois e três anos das suas vidas à missão em angola.

a partida está próxima. a 2 de agosto, três leigas e dois padres da diocese de Leiria-Fátima partem para a missão do Gungo, na diocese de Novo Redondo ” Sumbe, em angola. Não se trata da habitual acção de voluntariado, de dois meses, durante o Verão, que o grupo missionário Ondjoyetu leva a cabo desde 2000. Desta vez, quatro voluntários vão permanecer um, dois e três anos no Sumbe. O padre David Nogueira permanecerá por três anos, enquanto que Sónia Cruz permanecerá dois anos, Vera Cruz Pereira e Catarina Bagagem um ano. as três não são da mesma família, embora curiosamente um dos sobrenomes seja o mesmo: Cruz. a acompanhá-los durante um período de seis meses estará o padre Ví­tor Mira, coordenador do grupo missionário e responsável pelo projecto “asas para angola”.

Inicia-se assim, no terreno, o projecto de geminação entre as dioceses de Leiria-Fátima e de Novo Redondo ” Sumbe, em angola, por um período de dez anos, assinado recentemente no Santuário de Fátima. Os preparativos para a partida avançam e a equipa está a recolher material para a casa onde irão morar, que vão construir quando chegarem. No contentor de material que vai para angola estão também livros e material didáctico.

a eucaristia de envio deste grupo missionário realiza-se a 30 de Julho, às 17h, na igreja paroquial dos Marrazes. Será presidida pelo bispo da diocese, antónio Marto.

Para conhecer melhor quem parte, os projectos e a vontade de trabalhar em missão, leia mais, na revista impressa de agosto/Setembro, da Fátima Missionária.

Foto: Padre David, Sónia, Padre Vitor Mira, Catarina e Vera

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *