“Ninguém deixe de fazer missão, nem sequer por motivos de saúde ou de idade”, lê-se numa moção apresentada ao Capítulo.
“Ninguém deixe de fazer missão, nem sequer por motivos de saúde ou de idade”, lê-se numa moção apresentada ao Capítulo. Os missionários idosos dominaram o primeiro dia do Capítulo provincial.com a discussão do documento “Fidelidade e Testemunho”, como “instrumento de trabalho”, os capitulares abordaram temas sobre o missionário, a missão e a comunidade missionária.
a foto apresenta três missionários: José Zintu, o capitular mais idoso, italiano com uma larga experiência missionária no norte do Brasil; e os capitulares mais jovens, Luís Maurício e Davide Kuzenza, argentino e tanzaniano respectivamente.
Cada vez mais as comunidades missionárias são multiculturais, formadas por missionários oriundos de diferentes países. Esta nova situação exige formação adequada e, ao mesmo tempo, revela-se um sinal para o tempo actual.
No início dos trabalhos, o superior provincial apresentou um olhar rápido sobre a situação da província portuguesa, pondo em destaque os problemas relativos à falta de missionários e ao seu envelhecimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *