Começou uma nova era para a acção das Nações Unidas no domí­nio dos direitos do Homem, afirmou Kofi annan, na primeira sessão do novo Conselho dos Direitos Humanos.
Começou uma nova era para a acção das Nações Unidas no domí­nio dos direitos do Homem, afirmou Kofi annan, na primeira sessão do novo Conselho dos Direitos Humanos. Uma “nova era começou para a acção das Nações Unidas no domí­nio dos direitos do Homem”, afirmou o secretário-geral da ONU, Kofi annan, na primeira sessão do novo Conselho dos Direitos Humanos.
“O Conselho pode dar à ONU e à humanidade a hipótese de retomar a luta pelos direitos do Homem com um vigor renovado. Não permitam que esta ocasião seja desperdiçada”, adiantou, perante os 47 países membros desta nova instância. E apelou para que os estados não desiludam as expectativas criadas. “Será necessário que os trabalhos do Conselho se demarquem nitidamente dos do seu predecessor”, a extinta Comissão dos direitos do Homem. Esta Comissão foi desacreditada por haver estados membros que não respeitavam os direitos humanos. Foi dissolvida em Março deste ano, depois de 60 anos de existência.
aos cerca de cem ministros e representantes presentes na sessão, Kofi annan pediu para “nunca permitirem que o Conselho dos Direitos Humanos engrene em pugilatos políticos ou recorra a manobras baixas”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *