líder da comunidade de Taizé encontra-se com patriarca ortodoxo, para expressar desejo de prosseguir o seu caminho, em grande proximidade e, em profunda confiança.
líder da comunidade de Taizé encontra-se com patriarca ortodoxo, para expressar desejo de prosseguir o seu caminho, em grande proximidade e, em profunda confiança. O irmão alois esteve em Moscovo para exprimir ao patriarca, alexis II o desejo da Comunidade de Taizé de prosseguir o seu caminho em grande proximidade e em profunda confiança com a Igreja Ortodoxa Russa.
“O irmão Roger tinha aberto este caminho – declarou – e, nós gostaríamos de continuar a caminhar sobre as suas pegadas. a Igreja Ortodoxa Russa tinha um lugar especial no seu coração. Ele tinha um respeito infinito por ela, devido às provações que tinha atravessado, e
recordava o quanto os cristãos russos tinham sabido amar e perdoar”.
Esta é a quarta visita que o irmão alois fez a Moscovo, nestes últimos meses, depois das visitas ao Papa Bento XVI, ao patriarca ortodoxo, Bartolomeu de Constantinopla, e ao Conselho Ecuménico das Igrejas, reunido em Porto alegre, no Brasil.
“através destas visitas, gostaria de mostrar que, com os meus irmãos, procuramos apaixonadamente a comunhão entre todos os cristãos. Nesta procura de comunhão, descobrimos sempre os tesouros que as diferentes tradições guardaram ao longo da história. Em Taizé, gostaríamos de contribuir para que haja uma verdadeira partilha de dons entre as grandes tradições cristãs”, afirmou.
O patriarca sublinhou as boas relações que existiam entre a Igreja Ortodoxa Russa e a Comunidade de Taizé. Recordou que ele próprio tinha tido ocasião de visitar Taizé e que se tinha encontrado várias vezes com o irmão Roger.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *