as conferências de São Vicente de Paulo da Madeira reuniram em congresso em Porto Santo de 27 a 28 de Maio.
as conferências de São Vicente de Paulo da Madeira reuniram em congresso em Porto Santo de 27 a 28 de Maio. Setenta vicentinos, delegados de 30 das 82 paróquias da Madeira, estiveram reunidos em Porto Santo, na Sala de Congressos, durante dois dias. as Conferências de São Vicente de Paulo ainda “não está implantadas em todas as paróquias”, disse à Fátima Missionária, Gisela Soares.
O encontro foi proveitoso e “enriquecedor”, confirmou a nossa entrevistada, vicentina da paróquia de Porto Santo. a reflexão, mas sobretudo “os testemunhos foram enriquecedores”, pois “mostraram como levar o auxí­lio às famílias necessitadas”.
Em dia da ascensão, durante a eucaristia, o pároco porto-santense, Duarte Gomes, afirmou que é “através das Conferências de São Vicente de Paulo que nas paróquias se manifesta a caridade organizada da Igreja”. Na presença dos congressistas e de uma vasta assembleia paroquial, o sacerdote explicou que “é pelas mãos dos vicentinos que passa o amor de Deus, como canais que o levam aos irmãos e irmãs em dificuldade”.
a pobreza deve ser “entendida no sentido mais amplo”. E exemplificou: a caridade “passa pela atenção aos que não sabem, aos que não têm objectivos, que desconhecem qual o seu lugar na vida, ensinando a pescar”. Não é “dando coisas que se resolve o problema da pessoa, que vai continuar pobre”.
é preciso “renovar o modo de acção, encontrar novas formas de ensinar a pescar, concluiu Duarte Gomes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *