Homem de 71 anos pedala, pela sexta vez, de Roma a Fátima. Pára em Santiago de Compostela, é franciscano e vem agradecer a cura de um cancro de pulmão.
Homem de 71 anos pedala, pela sexta vez, de Roma a Fátima. Pára em Santiago de Compostela, é franciscano e vem agradecer a cura de um cancro de pulmão. antónio Coelho Monteiro vem a pedalar de Roma até Fátima. Passa por Santiago de Compostela para agradecer a cura e recuperação de um cancro no pulmão. é a sexta vez que este homem de 71 anos, franciscano, português de alcobaça e com família nas ilhas Canárias cumpre este percurso.
a vocação religiosa chegou aos 51 anos depois de se ter divorciado duas vezes, relata à agência Lusa ” depois de uma passagem pelo Oriente, onde vi meninas de dez anos em casas de prostituição”. actualmente, trabalha em Roma “junto de crianças abandonadas, prostitutas e idosos”. Nas ilhas Canárias a família é de oito filhos, 24 netos e uma bisneta que não vê há dois anos.
“Não tenho nada, mas nada me falta. Sou o homem mais feliz do mundo”, afirma. Quando chegar a Fátima vai descansar na pequena tenda que traz no atrelado preso à bicicleta. No caminho que leva até Fátima, reafirma a sua felicidade na pobreza. “Eu também sou pobre. Não tenho dinheiro, as pessoas dão-me de comer por onde passo. Durmo nos quartéis de bombeiros. Sou feliz”.
Nesta sexta viagem consecutiva, o viajante lamenta ter sido assaltado, em Valença do Minho, enquanto descansava numa paragem de autocarro e que lhe tenham levado “os últimos trocos, 300 euros”.
O viajante encontrava-se ontem,10 de Maio, em Pombal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *