Comissão Episcopal do Laicado e família defende vida como primeiro e fundamental direito da pessoa humana, na mensagem para a “Semana da Vida”.
Comissão Episcopal do Laicado e família defende vida como primeiro e fundamental direito da pessoa humana, na mensagem para a “Semana da Vida”. ” a Igreja não pode deixar de proclamar que a vida, desde a sua concepção, é o primeiro e fundamental direito da pessoa humana”, afirma a Comissão Episcopal do Laicado e família (CELF) na mensagem para a “Semana da Vida”. Este ano o tema é “família ” amor e Vida” e decorre de 14 a 21 de Maio.
Por ser o primeiro e fundamental direito da pessoa humana “não pode estar sujeito à vontade do mais forte, nem ser sacrificado por regras democráticas que pretendem dar a aparência de legalidade à destruição dos mais frágeis”, salienta a comissão presidida pelo bispo antónio Carrilho.
Numa referência à procriação medicamente assistida os cinco bispos que constituem esta comissão lamentam que o Parlamento se prepare para legislar, “sem ter prestado uma informação conveniente e sem promover o debate público que se impõe”.
Para a Comissão Episcopal, é preocupante perceber que está em perspectiva “uma campanha a favor do aborto a pretexto de um novo referendo para alargar ainda mais os prazos legais em que o mesmo se possa realizar”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *