200 mil mortes e dois milhões de pessoas sem casa.
200 mil mortes e dois milhões de pessoas sem casa. Rebeldes de Darfur assinaram um acordo de paz com o governo do Sudão esta sexta-feira. apesar de algumas reservas, este constitui uma esperança de resolução do conflito.
O conflito na região de Darfur, no Oeste do Sudão, iniciou-se quando o governo foi acusado por rebeldes de discriminação da população negra de Darfur. Segundo o jornal online Expressoafrica, este já causou 200. 000 mortes e obrigou dois milhões de pessoas a abandonar as suas casas.
Segundo informações da mesma fonte, negociadores internacionais indicam que a assinatura deste acordo constitiu uma boa esperança de paz para Darfur. Minni Minnawi, líder do “Movimento de Libertação Sudanês” (MLS), demonstrou ter algumas reservas, relativamente à questão da divisão do poder. Um dos integrantes desse mesmo partido declarou, à agência Reuters, que estava de acordo com essa tentativa de paz mas, que o grupo pretendia mais lugares no parlamento.
O conflito chamou, mesmo, a atenção de uma figura pública, George Clooney, actor norte-americano, que se dirigiu ao público e ao seu governo para que prestassem mais atenção ao que ele chama, segundo o Expressoafrica, de “primeiro genocí­cio do século XXI”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *