Vinte e cinco anos depois do atentado que vitimou João Paulo II e de que foi salvo por Nossa Senhora de Fátima, o secretário pessoal preside à peregrinação internacional no Santuário.
Vinte e cinco anos depois do atentado que vitimou João Paulo II e de que foi salvo por Nossa Senhora de Fátima, o secretário pessoal preside à peregrinação internacional no Santuário. a 89º peregrinação internacional das aparições de Nossa Senhora de Fátima aos pastorinhos da Cova da Iria, a 12 e 13 de Maio conta com um peregrino especial.como a Fátima Missionária informou em Janeiro deste ano, a peregrinação de Maio será presidida pelo secretário pessoal de João Paulo II, o actual arcebispo de Cracóvia/Polónia, Stanislaw Dziwisz.
Já se conhece o tema proposto à reflexão dos peregrinos e que é “Guardar castidade”, o sexto mandamento e tema deste ano no Santuário de Fátima.
O secretário pessoal do falecido Sumo Pontífice estava no quarto quando João Paulo II morreu. Posteriormente foi ele quem fez chegar ao Santuário de Fátima alguns objectos pessoais do Papa devoto de Nossa Senhora de Fátima.
Recentemente, o cardeal Dziwisz pediu aos fiéis para terem paciência quanto ao processo de beatificação do falecido Pontífice. “é melhor esperar, mas fazer as coisas bem feitas”.
No primeiro aniversário da morte de João Paulo II, presente no Vaticano, o secretário de João Paulo II afirmou que “o mundo está redescobrindo João Paulo II e tenta conhecê-lo melhor”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *