O projecto que conta com participação de crianças e adolescentes permite manter a cidade limpa.
O projecto que conta com participação de crianças e adolescentes permite manter a cidade limpa. Crianças da ilha do Fogo transformam o lixo em objectos úteis, desde simples brinquedos a recordações para os turistas. Este projecto liderado por Marilu Grossi, geógrafa e educadora ambiental brasileira, é incorporado nas comemorações dos 15 anos do jornal cabo-verdiano, ” a semana”.
Segundo o jornal on-line a semana, a geógrafa defende que esta iniciativa ajuda as crianças e adolescentes a desenvolverem o seu lado criativo, em que a imaginação é o principal requisito para a criação de novas peças. Por outro lado, para além de proteger o ambiente, mantém as “crianças da rua” ocupadas, evitando que estas entrem no mundo da droga, do alcoolismo ou da deliquência.
Marilu Grossi relembra que, como país turí­stico que é, Cabo Verde deveria apostar mais nestas iniciativas de recolha do lixo, de forma a manter a cidade limpa e criando, ao mesmo tempo, lembranças que os turistas possam adquirir.
Já foram realizadas três exposições na cidade da Praia, encontrando-se vários produtos fabricados por ela e pelas crianças foguenses, expostos em mosteiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *